sexta-feira, 28 de novembro de 2008

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

PERSEGUIÇÃO A CRISTÃOS

video
VOZ DOS MÁRTIRES
Os países de maioria cristã permitem a liberdade de culto porém, em muitos países onde os cristãos são minoria, há perseguição e intolerância. Ore pela Igreja perseguida em diversas regiões da terra. Veja no vídeo a realidade de milhares de discipulos de Cristo.

Misaotra anao zahay - Ndriana Ramamonjy

GOSPEL DE MADAGASCAR
video

terça-feira, 25 de novembro de 2008

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

BRENNAN MANNING

O EVANGELHO
MALTRAPILHO

Entrevista especial com Brennan Manning
Muitos cristãos ainda temem deixar
que Deus os ame
como realmente são, afirma o

ex-padre, alcoólico sóbrio
e escritor.
Brennan Manning é o autor de
O evangelho maltrapilho,
A sabedoria da ternura e outras obras

já publicadas no Brasil.

***

O que é um maltrapilho? Bem, o Antigo Testamento apresenta uma bela cena sobre os Anawims. No século 18, eles são os pobres, desabrigados e sem-terras; Deus um dia restaurará a prosperidade deles. No século 6, porém, os Anawims adquiriram um sentido de imensa profundidade espiritual. Eram os pobres de espírito, que tinham confiança inabalável em Deus e se comprometeram por completo a fazer a vontade dele.Agora, quando o tema chega ao Novo Testamento, os Anawims são os que se reúnem para conhecer Jesus em seu nascimento. São os pobres, desconhecidos, as pessoas à margem da respeitabilidade. São os pastores. Lá está Ana, uma senhora de 84 anos, e Simeão, um idoso. E todos os animais. E lá está, claro, a Virgem Maria, que fora considerada a última e a inferior em uma longa linhagem. Esses são os verdadeiros pobres de espírito. Eles reconhecem que dependem completamente de Deus, até mesmo para respirar, lançaram sua esperança sobre Jesus e se renderam à vontade do Pai. Isso, basicamente, é a definição de um maltrapilho.

Fale-nos de sua premissa sobre a confiança do crente em Deus.A idéia básica se resume em uma sentença: O esplendor do coração humano que confia e é amado incondicionalmente dá a Deus mais prazer do que a Catedral de Westminster, a Capela Sistina, a Nona Sinfonia de Beethoven, os Girassóis de Van Gogh, a visão de dez mil borboletas em revoada ou o perfume de um milhão de orquídeas em flor. Confiança é o presente de retribuição que damos a Deus, que gosta tanto do presente que levou Jesus a morrer por amor a ele.Foi isso que Jesus disse que precisamos trazer para o relacionamento?Sim. Confiança e entrega como de uma criança, creio eu, é a definição do discipulado autêntico. Com freqüência, a necessidade suprema em nossa vida é a mais ignorada: confiança inabalável no amor de Deus, qualquer que seja a situação. Penso que foi esse o ensinamento de Paulo ao escrever em Filipenses 4.13: “Tudo posso naquele que me fortalece”.

Mas, como podemos saber se estamos confiando mesmo? A maioria das pessoas afirma que confia em Deus. A característica dominante de uma vida espiritual autêntica é a gratidão que brota da confiança – não apenas por todos os dons que recebo de Deus, mas gratidão também por todo o sofrimento. Por ser uma experiência purificadora, o sofrimento é, freqüentemente, o caminho mais curto para a intimidade com Deus.Acrescentaria, também, que a confiança bíblica cresce a partir do amor. Minha confiança em Deus deriva da experiência do amor dele por mim, dia e noite, haja tempestade ou calmaria, doença ou saúde, esteja eu em boa ou má situação. Ele se aproxima de mim onde eu vivo e me ama como sou.Em João 17.26, Jesus disse: “Eu os fiz conhecer o teu nome, e continuarei a fazê-lo, a fim de que o amor que tens por mim esteja neles, e eu neles esteja”. Abba tem por nós exatamente o mesmo amor que tem por Jesus, quando habita em nosso coração. O problema é que a maioria das pessoas não sabe disso.

Quer dizer que parte do problema é falta de atenção? Acredito que a verdadeira diferença na igreja americana não é entre conservadores e liberais, fundamentalistas e carismáticos, nem republicanos e democratas. A diferença está entre os que percebem e os que não percebem.Quando uma pessoa percebe esse amor, o mesmo que o Pai tem por Jesus, ela se enche de gratidão espontânea. O clamor de gratidão se torna a característica dominante de sua vida interior, e o subproduto da gratidão é alegria. Não ficamos alegres e depois gratos, é a gratidão que nos enche de alegria.

Mas existe o sofrimento, também. Em seu livro, em meio à gratidão e à contemplação de Deus, você fala de forma bem pessoal sobre como, se quisermos realmente aprender a confiar em Deus, não é possível evitar o sofrimento pessoal. Quando eu vivia em Nova Orleans, sem freqüentar nenhum centro de reabilitação para alcoólatras e dependentes de drogas, eu me agarrava a um gole de vodka e o que menos queria era o tratamento de 28 dias que poderia salvar minha vida.Continuei a beber – uma criança bêbada clamando: “Jesus, onde você está?”.

Como vivenciamos a confiança no meio de dor, sofrimento, mágoa e puro desespero? Quer dizer, será possível suportar e por fim vencer o cenário sombrio e melancólico do mal e da destruição e voltar a sentir que o amor de Deus é incondicional? Essa é a pergunta que faço aos cristãos. Vocês confiam no amor de Deus? Todos respondem que sim, que sabem disso há muito tempo. Aí, observe como vivem. Há tanto medo, tanta ansiedade, tanta raiva de si mesmos. A melhor definição de fé que já ouvi foi feita por Paul Tillich: “Fé é a coragem de aceitar a aceitação”.O que significa isso? Fé é um código para aceitar que Jesus conhece toda a história de minha vida, cada segredo, cada momento de pecado, vergonha, desonestidade e degradação em meu passado. Agora mesmo Ele conhece minha fé superficial, minha vida de oração frágil, meu discipulado inconstante, aproxima-se de mim e fala: “Desafio você a confiar. Confiar que eu o amo exatamente como você é e não como deveria ser, porque você nunca será como deveria ser”.

Por que temos medo de Deus não nos amar como somos? Minha percepção é que pensamos que, se deixarmos Deus livre em nossa vida, ele irá pedir demais de nós. Será que ele vai me mandar ficar 10 anos em Calcutá, com as missionárias de Madre Teresa? Será que vai me fazer ter câncer? Ele pode me mandar deixar minha esposa e ir viver sozinho numa caverna, pensando só nele. Esses temores malucos não têm nada a ver com o Deus verdadeiro, que se delicia com seu povo. Para mim, é mais importante amar do que ser amado. Quando a pessoa ainda não teve a experiência de ser amada por Deus, do jeito que é e não como deveria ser, então amar os outros se torna um dever, uma responsabilidade, uma tarefa. Mas, quando aceito ser amado como sou, com o amor de Deus derramado em meu coração pelo Espírito Santo, então posso alcançar os outros com menos esforço.

E a confiança que nasce desse amor, como você falou, é implacável. Isso soa engraçado: confiança implacável. O dicionário define implacável como “sem piedade”. No contexto que estou usando, é sem autopiedade, que é a primeira reação normal inevitável. Creio ser perda de tempo tentar acabar com ela. Entretanto, chega o momento em que ela ameaça se tornar maligna. Pode nos atrair para a autodestruição e comportamentos como afastamento, isolamento, bebida, drogas e assim por diante. E depois apenas imploramos a graça de Deus para colocar um limite temporal em nossa autopiedade. O poeta disse que a última ilusão de que devemos abrir mão é o desejo de nos sentirmos amados. Há um monge que viveu durante 30 anos na abadia Genesee. Um visitante lhe perguntou se ele se sentia mais próximo de Deus do que há 30 anos. A resposta gloriosa do monge foi: “Não, mas isso não tem mais importância”. Ele estava tão livre da necessidade de se sentir amado que podia aceitar, indiscriminadamente, consolo ou desolação, presença ou ausência de Deus, como sendo a mesma coisa. Graças a Deus que, com a instabilidade de meus sentimentos frágeis, a presença dele em mim não depende do que eu sinto. Se dependesse eu estaria com sérios problemas.

Entrevista a Dick Staub
(Fonte: http://www.cristianismohoje.com.br)

HÁ UM LUGAR com Heloisa Rosa

video

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Mahalia Jackson

888

Mahalia Jackson nasceu no dia 26 de outubro de 1911 em Nova Orleans, Louisiana, EUA. Faleceu em 27.01.1972, em Chicago. Foi uma das principais cantoras gospel da América, no século 20. Começou sua carreira cantando em corais Gospel, estilo que a acompanhou por toda a carreira. Em 1937, com 26 anos, Mahalia gravou seu primeiro disco sob o selo The Decca Coral: "God's Gonna Separate The Wheat From The Tares," seguido de "My Lord," "Keep Me Every day," e "God Shall Wipe All Tears Away". O disco não foi um sucesso financeiro e o Decca Coral não renovou. Em 1947 (dez anos depois), ela gravou com o selo Apollo a música "Move On Up A Little Higher", um sucesso tão grande que vendeu 8 milhões de cópias, esgotando em todas as lojas. A música entrou para o Hall da Fama dos prémios Grammy em 1998. Posteriormente, gravou sucessos como "Let the Power of the Holy Ghost Fall on Me" (1949), "Silent Night, Holy Night", que também tiveram incrível sucesso na Europa.
Em 1950 ela se tornou a primeira cantora Gospel a cantar no Carnegie Hall, em Nova York.
Em 1952, começou uma turnê pela Europa e foi aclamada pela crítica como "a maior cantor Gospel de todos os tempos". Também foi a primeira cantora Gospel a cantar no consagrado festival The Newport Jazz Festival (em 1958 e 1959)
Teve uma participação especial no filme "Imitação da Vida" (Imitation of Life), de 1959, dirigido por Douglas Sirk
e interpretado por Lana Turner e Sandra Dee
.
Em 1963 ela cantou para 250 mil pessoas, na ocasião onde Martin Luther King Jr.,
fez seu famoso discurso "I Have a Dream" ("Eu tenho um sonho", discurso pelos direitos civis amplamente conhecido nos Estados Unidos). Também cantou "Take My Hand, Precious Lord" no funeral de Martin Luther King Jr. Seu último album foi Guide Me, O Thou Great Jehovah (1969). Encerrou a carreira em 1971 com um show na Alemanha e com aparições final no The Flip Wilson Show nos Estados Unidos.
Mahalia também ficou conhecida por seu esforço em ajudar ao próximo, criando a Mahalia Jackson Scholarship Foundation, para jovens que gostariam de entrar para a universidade. Por seus esforços recebeu o The Silver Dove Award. Em 1978, Mahalia Jackson foi postumamente recebida no
Gospel Music Hall of Fame. (Wikipédia)

MARAVILHOSA GRAÇA (John Newton/Tradução: Edwin Othello Excell)


"Oh, graça excelsa de Jesus!/ Perdido, me encontrou!/ Estando cego, me fez ver;/ Da morte me livrou!/ A graça libertou-me assim,/ E meu temor le vou./ Oh! quão preciosa é para mim/ A hora em que me achou!/ Mil lutas, dores, tentações/ Caíram sobre mim,/ Porém, a graça me salvou!/ Feliz eu sou, enfim!/ E quando ao Céu em glória eu for,/ Ao lar de paz e luz,/ Pra sempre, então, eu cantarei / Da graça de Jesus!"






sexta-feira, 14 de novembro de 2008

sábado, 8 de novembro de 2008


AMAZING GRACE – Jornada pela Liberdade
*

Neste mundo pós-moderno ainda é possível garimpar raridades. Uma delas é o filme “Amazing Grace” – o título em português é “Jornada pela liberdade”. O filme, com bela fotografia, conta a história do jovem líder William Wiberforce. Sua obstinação, movida por um coração submisso a Jesus Cristo, incendeia, gradaticamente, a consciência do parlamento inglês – levando ao arrependimento e, enfim, ao fim do miserável tráfico de homens africanos, criados à imagem de Deus. Com perseverança e fé o jovem William Wilberforce não se deixou dobrar até ver o mundo livre do nefando tráfico de seres humanos. O filme revela sua luta para criar uma lei com objetivo de acabar com o tráfico negreiro. Um de seus aliados foi John Newton , um ex-capitão de navio negreiro que compôs o famoso hino Amazing Grace. Newton revelou, com detalhes, em suas memórias a sórdida realidade do tráfico e escravidão de homens outrora livres. Arrependido, alvo da imensa graça do Senhor (Efésios 2.1-10) torna-se, ao lado de outros, em porta-voz de uma indústria criminosa na qual muitos cristãos nominais estavam envolvidos.
Não deixe de ver com seus filhos o filme que, uma vez mais, revela a um mundo descrente o poder de um cristão verdadeiro, movido pelo amor a Deus e pela manifestação de Sua justiça. David Livingstone, o missionário cristão que mais fundo penetrou o coração da África, em direção às nascentes do rio Nilo, juntamente com Henry Stanley, também foram grandes abolicionistas, revelando ao mundo os massacres ocorridos no interior do continente africano, onde tribos inteiras eram compradas por mercadores árabes e vendidas junto ao porto de Zanzibar, de onde partiam os navios com a carga humana que seria entregue na América em troca do açúcar que iria adoçar o chá de uma Europa então materialista, presunçosa e decadente.
O movimento abolicionista no Brasil, liderado entre outros, pelo poeta Castro Alves foi responsável pela assinatura da Lei Aurea, em 1888, que colocou fim a escravidão negra no Brasil. Cantou o poeta: "Presa nos elos de uma só cadeia, A multidão faminta cambaleia, E chora e dança ali! Um de raiva delira, outro enlouquece, Outro, que martírios embrutece, Cantando, geme e ri!". Infelizmente a mentalidade escravocrata e predatória ainda permanece no interior brasileiro - fazendo engrossar milhões de barracos nas metrópoles, onde cidadãos brasileiros, grande parte formada por afro-descendentes e mestiços, sobrevivem precariamente.

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

OBAMA & MARTIN LUTHER KING, JR.

video
"EU TENHO UM SONHO"

Washington, D.C., 28.08.1963 – Acontecia a Marcha de Washington por Empregos e Liberdade. Em seu discurso o pastor e ativista pelos direitos humanos, Dr. Martin Luther King, Jr., conclamava os americanos, brancos e negros, para uma atitude de coexistência pacifica e fraterna, baseada nos ideais cristãos, pelos quais entregou a sua vida, testemunhando o Evangelho de N.S.Jesus Cristo. Ali, da escadaria do Lincoln Memorial ele clamou “I have a Dream”: Eu tenho um sonho ... “Eu ainda tenho um sonho. É um sonho profundamente enraizado no sonho americano. Eu tenho um sonho que um dia esta nação se levantará e viverá o verdadeiro significado de sua crença - nós celebraremos estas verdades e elas serão claras para todos, que os homens são criados iguais. Eu tenho um sonho que um dia nas colinas vermelhas da Geórgia os filhos dos descendentes de escravos e os filhos dos desdentes dos donos de escravos poderão se sentar junto à mesa da fraternidade. Eu tenho um sonho que um dia, até mesmo no estado de Mississipi, um estado que transpira com o calor da injustiça, que transpira com o calor de opressão, será transformado em um oásis de liberdade e justiça. Eu tenho um sonho que minhas quatro pequenas crianças vão um dia viver em uma nação onde elas não serão julgadas pela cor da pele, mas pelo conteúdo de seu caráter. Eu tenho um sonho hoje!... E quando isto acontecer, quando nós permitimos o sino da liberdade soar, quando nós deixarmos ele soar em toda moradia e todo vilarejo, em todo estado e em toda cidade, nós poderemos acelerar aquele dia quando todas as crianças de Deus, homens pretos e homens brancos, judeus e gentios, protestantes e católicos, poderão unir mãos e cantar nas palavras do velho cântico espiritual negro:"Livre afinal, livre afinal. Agradeço ao Deus todo-poderoso, nós somos livres afinal."
No ano seguinte o presidenteLyndon B. Johnson conseguia fazer com que o Civil Rights Act of 1964 (Ato de Direitos Civis de 1964) fosse aprovado pelo Congresso, seguido do 1965 do Voting Rights Act (Ato de Direitos do Voto de 1965). A vitória de Barack Obama, nestas eleições americanas, é também fruto do esforço de homens como Martin Luther King, Jr. Cuja voz ainda podemos ouvir neste vídeo: “I have a dream". O mundo muda quando o sonho de um homem está em sintonia com a vontade de Deus e o anseio humano por justiça, amor e real liberdade; quando o coração anela a glória de Deus e o resgate da alma e da dignidade humana.
(Veja o discurso completo de Martin Luther King, Jr. em português em: http://www.portalafro.com.br/religioes/evangelicos/discursoking.htm)

terça-feira, 4 de novembro de 2008

ELVIS PLESLEY - Gospel legendado

video

EUA: BARACK OBAMA ELEITO


PRESIDENTE É EVANGÉLICO,
DESCENDENTE DE MUÇULMANOS

BARACK OBAMA é filho de Barack Hussein Obama, um homem negro do Quênia educado em Harvard, e de Ann Dunham, uma mulher branca de Wichita, no Estado do Kansas.
Ele nasceu em Honolulu, no Havaí, em 4 de agosto de 1961, e seus pais se separaram quando ele tinha dois anos. O democrata morou na Indonésia enquanto criança, após sua mãe se casar com um indonésio, e depois viveu no Havaí, com seus avós brancos. A família de Obama é muçulmana, e por isso enfrentou boatos de que seria também um muçulmano, religião que muitos americanos associam negativamente ao extremismo. Os boatos foram reforçados com a divulgação de uma foto na qual Obama aparece com trajes típicos em visita ao Quênia, onde sua família paterna mora. Obama converteu-se, já adulto, ao cristianismo e é membro da Igreja Batista da Trindade Unida em Cristo, em Chicago.
Após ele ter conquistado a nomeação da candidatura dos Estados Unidos, sua avó, Sara, tornou-se uma celebridade no Quênia. Sua adolescência no Havaí foi marcada não só por uma trajetória escolar, mas também por anos de contravenção, conforme sua biografia "Dreams from my Father: A Story of Race and Inheritance" (Sonhos de meu pai: Uma história de Raça e Herança).
Com um bom histórico escolar, Obama formou-se em direito na tradicional e renomada Universidade Harvard e trabalhou como professor e defensor dos direitos civis em Chicago antes de ser eleito senador por Illinois, em 2004. Foi em Harvard que Obama conheceu sua mulher, Michelle, com quem se casou em 1992. Os dois tiveram duas filhas: Malia, 9 e Sasha, 6. Em uma medida muito bem planejada de sua campanha, Obama prefere não utilizar o rótulo de presidente negro, tão citado por seus eleitores e pela mídia. Cauteloso, ele não quer ficar estereotipado como candidato de um único eleitorado e arriscar perder importantes grupos demográficos do país. (Fonte: FOLHA ONLINE)
*

PERSEGUIÇÃO NA ÍNDIA




MAIS DE 70 MIL CRISTÃOS
FOGEM DE ORISSA
*
*
A Missão A Voz dos Mártires, VdM, ficou sabendo, por contatos na Índia, que mais de 70 mil cristãos foram obrigados a fugir de Orissa para campos de refugiados a fim de escapar da perseguição religiosa. "Em Peyton Sahi, um dos acampamentos que abriga 130 fugitivos tribais e 35 famílias, está Chabila Naik. Além de músico na Igreja, ele era diretor de um orfanato que cuidava de 50 crianças em Sarangada - que contava com o apoio de uma organização humanitária da Alemanha. Depois que o orfanato e a igreja foram destruídos por fogo ele ficou três dias escondido na floresta. Naik não teve mais contato com as crianças”, relataram fontes da VdM. “Deus salvou-as”, disse Chabila Naik crendo que as crianças estejam a salvo. A VdM está trabalhando junto aos crentes fugitivos de Orissa e em outras áreas da Índia onde a perseguição se intensificou.
Ore em favor destes cristãos que enfrentam a miséria extrema e, em alguns casos, perdem para sempre o contato com seus familiares. Peça para que Deus os proteja e os ajude em suas necessidades. Ore também para que seu testemunho de fidelidade desperte em seus perseguidores oo desejo de conhecer e servir a Deus .

video

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

MINHA ESPERANÇA BRASIL













PALAVRA GOSPEL EM REDE NACIONAL DE TELEVISÃO
TV BANDEIRANTES - DIAS 6,7 e 8.11 - SEMPRE AS 21 H.
*
O coração do projeto é a estratégia Mateus e seus Amigos, baseada na história de Levi, como também era chamado Mateus.Jesus chamou a Mateus, que imediatamente convidou os seus amigos à sua casa para que Jesus lhes compartilhasse a Palavra de Deus (Mateus 9.9-13; Marcos 2.13-17 e Lucas 5.27-32).
Mat 9.9-13: “Partindo Jesus dali, viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria e disse-lhe: Segue-me! Ele se levantou e O seguiu. E, sucedeu que, estando ele em sua casa, à mesa, muitos publicanos e pecadores vieram e tomaram lugares com Jesus e seus discípulos. Ora, vendo isto, os fariseus perguntaram aos discípulos: Porque como o vosso mestre com os publicanos e pecadores? Mas Jesus, ouvindo, disse: Os sãos não precisam de médico, e si os doentes. Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericordia quero e não holocaustos; pois não vim chamar justos e sim pecadores [ao arrependimento]” .
Os membros de sua igreja podem fazer algo similar ao que Mateus fez, seguindo estes simples passos:
MOSTRE O AMOR DE DEUS - Deixe que o amor de Deus flua de seu coração, olhe ao seu redor e observe quem, entre os seus amigos, familiares e companheiros de trabalho, necessitam de Cristo. Anote seus nomes no folheto Mateus e seus amigos.
AMIZADE COM ESSAS PESSOAS - Busque oportunidades de aprofundar a amizade com essas pessoas e, assim, aumentar as possibilidades de comunicar-lhe a esperança que você possui em Cristo.
TEMPO DE ORAÇÃO - Ore diariamente pelas pessoas que estão em sua lista de Mateus e seus amigos e peça ao Senhor que lhe conceda oportunidades para falar com elas sobre a esperança que você possui em Cristo.
ENCONTRO EM SEU LAR - Convide as pessoas que constam de sua lista ao seu lar, a fim de assistirem aos programas de Billy Graham, Franklin Graham e um atraente filme. Depois do programa, dê seu testemunho de três minutos, explique aos convidados como podem receber Jesus Cristo pela fé e os oriente a fazer uma breve oração, convidando Jesus a entrar em suas vidas.
USE OS MATERIAIS - Oriente os novos convertidos quanto ao uso do livreto Viver em Cristo e de outros materiais com instruções sobre de como orar e ler a Bíblia Sagrada.
SEJA UM DISCIPULADOR - Leve os novos convertidos à sua igreja, para que cresçam em sua nova vida com Cristo.

Não deixe de participar e convidar sua família e amigos para estarem juntos nesta campanha evangelística que vai impactar o Brasil:

REDE BANDEIRANTES
DE TELEVISÃO
5a Feira - 06 de Novembro - 21 HORAS
6a Feira - 07 de Novembro - 21 HORAS
Sábado - 08 de Novembro - 21 HORAS

DICAS:
1. Faça uma lista de amigos/parentes; 2. Ore por eles
3. Prepare um lanche gostoso
4. Convide-os para ver o programa em sua casa as 20 Horas
5. Dê seu testemunho/Ore com eles e vejam
a programação - incentive-os a uma decisão!
6. Convide-os a ir a Igreja no domingo, dia 09.11.
7. Ministre o Curso de Discipulado com eles.

MAIS INFORMAÇÕES NO SITE:
http://www.minhaesperanca.com.br/
Igrejas Cristãs Evangélicas &
Associação Billy Graham