terça-feira, 28 de julho de 2009

BARACK OBAMA REAFIRMA FÉ CRISTÃ

Trechos de uma entrevista
com Barack Obama
(www.lideranca.org.br )
Por: Sarah Pulliam e Ted Olson

O primeiro presidente negro da maior potência mundial fala sobre sua fé, sobre o aborto e sobre o voto dos evangélicos. O recém-eleito presidente da república dos EUA, Barack Obama, assume o cargo oficialmente hoje, dia 20 de janeiro de 2009, e se muda para a Casa Branca. O homem mais observado do mundo falou, em entrevista exclusiva concedida a Christianity Today em janeiro do ano passado durante as eleições, sobre o papel da fé na política desde junho de 2006. Barack Obama também procurou esclarecer as falsas informações que circularam por e-mails o descrevendo como muçulmano, além de falar sobre religião, sua fé, e sobre o aborto.
RELIGIÃO - "Como presidente, quero celebrar a riqueza e diversidade de experiências religiosas em nossa nação. Acredito que seja importante encorajarmos igrejas e congregações ao redor deste país a se envolverem na reconstrução de suas comunidades. Uma das coisas que eu tenho pensado insistentemente é na possibilidade de estruturarmos programas de base religiosa que provem ser bem sucedidos – como dependência de tóxicos ou ministérios em prisão – sem violarmos a igreja e o estado. Nós devemos nos assegurar de que eles estão reconstruindo a vida das pessoas mesmo que elas não pertençam às suas congregações. Esse é o tipo de envolvimento que muitas igrejas estão buscando, inclusive a minha".
ABORTO - "Não conheço ninguém que seja pró-aborto (...) Penso que as pessoas reconhecem o quanto esse assunto é delicado, difícil. Eu acredito sim que aqueles que minimizam os elementos morais de uma decisão como essa não estão expressando a total realidade desta questão. Contudo, eu creio que as mulheres não tomam essa decisão casualmente. Elas lutam bastante junto com seus pastores, maridos, médicos. Nosso objetivo é o de fazer do aborto algo cada vez menos comum, de desencorajar gravidez indesejada e de encorajar a adoção sempre que possível. Há muitas formas pelas quais nós podemos ensinar nossos jovens sobre a sacralidade do sexo, ajudando-os a não promover esses encontros casuais que têm resultado em tanta gravidez indesejada".
FÉ CRISTÃ - "Sou um cristão, um cristão devoto. Creio na redenção através da morte e ressurreição de Cristo Jesus. Acredito que a fé me mostra um caminho de limpeza de meus pecados e de garantia da vida eterna. Todavia, acima de tudo, creio no exemplo de Jesus ao alimentar o faminto, curar o doente e priorizar o menor diante dos poderosos. Eu não me desviei da igreja, como costumam dizer. O que houve foi um grande despertamento para que eu percebesse a importância de todas estas coisas em minha vida. Eu não quero caminhar sozinho em minha jornada. Ter aceitado Jesus em minha vida foi um poderoso guia para meus valores, conduta e ideais. Existe algo que gostaria de mencionar que julgo ser importante. Parte do que temos visto em minha campanha são alguns emails que têm sido enviados na tentativa de denegrir minha fé. Emails dizendo que eu sou muçulmano e que fiz meu juramento no senado com a mão sobre o Alcorão ou que eu não jurei fidelidade à bandeira. Julgo ser importante informar aos seus leitores que sou membro da mesma igreja há vinte anos e que nunca pratiquei o Islã. Eu respeito essa religião, mas ela não é a minha. Algo importante em nossa geração é não usarmos a religião como uma ferramenta política e não mentirmos a respeito de nossas convicções religiosas apenas para obtermos votos. Estou falando isso apenas para acabar com os rumores que têm circulado na internet. Nós temos esclarecido esta questão constantemente, mas é o jogo político de alguém que está tentando nos confundir e confundir o povo a nosso respeito. Há alguma especulação da dimensão da distribuição deste email? Essa é uma infeliz tática que também foi usada contra John McCain em 2000. Nós temos que continuar a combatê-la. Obviamente, ela tem sido divulgada de forma sistemática. Vocês, inclusive, poderiam ajudar a combatê-la publicando a verdade a esse respeito".

Texto: Copyright © 2008 por Christianity Today International
(Traduzido por Daniel Leite Guanaes).

domingo, 26 de julho de 2009

Cristãos de chuteira


FIFA E A PROIBIÇÃO DA DEVOÇÃO
CRISTÃ EM CAMPOS DE FUTEBOL
"A FIFA não mais irá permitir mensagens religiosas em comemorações de jogadores durante suas competições" - assim a Folha de S.Paulo noticiou como a Confederação Brasileira de Futebol recebeu, na sexta-feira, 10.07.09, ofício da FIFA proibindo expressões da fé religiosa em campo. Segundo o jornal, "a mesma FIFA - Federação Int' de Futebol Amador - “detectou” ter ocorrido “propaganda religiosa no caminho para a tribuna de honra após a seleção brasileira vencer a Copa das Confederações”.
Um jornalista brasileiro comentou: "Ao ver os jogadores brasileiros ajoelhados rezando no meio do gramado, comandados pelo zagueiro Lucio, um narrador da rede britânica BBC observou que o capitão da seleção “parecia um pregador evangélico pela emoção com que proferia cada palavra”.
José Mauro Nunes, do WordPress.com weblog escreveu: "Em minha humilde opinião, fé é uma questão de crença pessoal, e a liberdade de expressão individual é um direito inalienável do indivíduo. Porém, manifestações de proselitismo religioso acabam “contaminando” um espetáculo de natureza ecumênica que é o esporte, onde povos de diferentes nações, valores, etnias e crenças religiosas se congraçam em torno de uma disputa esportiva".
Possivelmente a cena da seleção vitoriosa em oração foi vista por milhões de pessoas, inclusive de países muçulmanos e budistas, como uma manifestação de gratidão a Deus (sem proselitismo, como interpretaram alguns caciques do futebol e jornalistas ateus). Ninguém pegou em microfone para fazer algum tipo de proselitismo!
O fato gerou polêmica e controvérsia em muitos países. O site Midia @ Mais deu o tom do que está por trás, da posição da FIFA, que agride a liberdade religiosa: "Este é o tipo de notícia que precisa de tradução: o que a FIFA quer dizer com o ofício enviado ao Brasil é que não permitirá mais manifestações públicas de "fé cristã" em seus eventos. Alguém imagina que a FIFA tenha autoridade para reprimir manifestações dos muçulmanos durante jogos no norte da África ou no Irã, por exemplo? E o que dizer da eventual festa de abertura da Copa de 2010, na África do Sul? Serão também censuradas as manifestações da chamada religiosidade primitiva, tribal ou politeísta - entendidas sobretudo como "cultura" e "manifestação de diversidade"?
Não podemos nos esquecer que em países de tradição e maioria cristã tanto animistas como budistas, muçulmanos, xiitas, hinduístas, adeptos das várias vertentes do espiritismo tenham plena liberdade de culto - já que a Democracia nasceu justamente em nações cristãs. O contrário é verdade: A intolerância religiosa em diversos países de maioria não-cristã tem sido discricionária e violenta. Em muitos países é proibido por lei um cidadão mudar sua religião ou converter-se a Jesus Cristo.
Para muitos é "constrangedor" que jovens de talento superlativo, como Lúcio, Cacá e tantos outros professem a fé cristã evangélica, ou católica. Afinal eles oram dentro do campo - um tributo ao Deus no qual crêem. O fato não é restrito a atletas cristãos. Muhammad Ali, campeão do Boxe, gostava de fazer o gesto muçulmano depois das competições - e nunca houve jornalistas ou treinadores constrangidos por causa disso. Expressar a fé publicamente é comum a todas as religiões. Os muçulmanos, nas horas de sua oração, não se importam em jogar seus pequenos tapetes no chão, seja no campo, às margens de uma rodovia, para fazer suas orações a Alá. Interessante é que nenhum mulçumano ou budista condenou os jogadores brasileiros - possivelmente por entenderem que é natural dar graças a Deus pela vitória alcançada. O mais surpreendente é que a reclamação partiu de jornalistas britânicos e a Associação Dinamarquesa de Futebol, entre outros. Países que foram baluarte no envio de missionários cristãos e hoje vêem seus templos virarem danceterias onde os jovens se embriagam e se drogam com o "êxtase", enquanto a religiosidade oriental avança na Europa com toda a liberdade religiosa permitida nesses países pós-cristãos. Há uma regressão ao paganismo em muitos países que devem aos valores bíblicos ensinados a seus ancestrais a sua Democracia, sua prosperidade e
suas conquistas sociais – parecem cuspir no prato onde comeram!
Na verdade, a ditadura das minorias (gays, ateus, marxistas, religiosos intolerantes, etc) querem impor a mordaça de silêncio aos discípulos de Cristo como na tentativa de aprovar no Brasil o Projeto de Lei 122. Se esse projeto fosse aprovado seria inconstitucional pois fere a liberdade de fé e crença, como a liberdade de pensamento e livre manifestação dos valores e idéias, morais e espirituais. Todos devem ser alvo da consideração e do respeito, independente de suas opções ou crenças e essa é uma contribuição do cristianismo ao mundo. O amor a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo é o áureo mandamento de Jesus a seus discípulos.
Esses adversários do cristianismo, porém, não podem impedir que um jogador como Cacá, no auge de sua carreira bem sucedida, participe de um programa em horário nobre, em rede de TV para todo o Brasil, testemunhando sua fé no Programa "Minha Esperança Brasil", liderada pelo Rev. Billy Graham. Rendemos graças a Deus pela coragem desses jovens, nos campos e fora deles, ao expressarem sua fé em Jesus Cristo como o Senhor de suas vidas- quando tantos jovens perdidos em drogas vivem na angustia e no vazio de uma vida sem Deus.
Falando sobre oportunidade Paulo, o missionário dos gentios, disse não se envergonhar do Evangelho. Ele orientou o jovem pastor Timóteo: "Prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina. Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina" (2 Tm 4.2-3).
Um colunista da Veja.com escreveu que “um alto executivo de uma grande empresa de material esportivo, presente à final, resmungou: “Queria saber quanto Jesus pagou…”. Os cristãos sabem quanto e quando Ele pagou e por isso reverenciam o nome de seu Mestre e Salvador!
Louvado seja Deus pelos meninos de ouro do Brasil porque, em vez da vanglória, tributam a Deus o mérito de suas conquistas - isso é moralmente sadio, filosoficamente nobre e espiritualmente revolucionário, neste tempo em que grande parte da humanidade só consegue achar divindade em si mesma.


José J de Azevedo

sexta-feira, 10 de julho de 2009

JESUS IS LOVE (Lionel Richie)

video
Universal Gospel Choir - Jesus is love
Pai, ajude seus filhos / E não os deixe sair / Do bom caminho / Ensine-os, a amar uns aos outros / Talvez eles descubram / Um lugar em seus corações / Jesus é amor / Ele não os decepcionará / E eu sei, ele é amor / Para sempre em meu coração / Nós temos que superar / Superar as tentações / Pois seu amor e sua sabedoria / Será uma mão a nos ajudar / Eu conheço a verdade, e suas palavras / Serão nossa salvação / E deixarão nossos corações / Serem gratos e satisfeitos / Jesus é amor / Ele não os decepcionará / E eu sei, ele é amor / Do fundo de minha alma / Jesus é amor / Sim ele é / Ele não os decepcionará / E eu sei, ele é amor / E está em meu / E está para sempre em meu coração / Eu sei, eu sei, eu sei / Ele trouxe o poder Amor … e a gloria para sempre / Eu quero seguí-lo senhor / Como for preciso / Eu não me importo senhor / E espero que você não se importe / Eu quero caminhar com você / Conversar com você / Fazer todas as coisas / Que você quiser que eu faça / Porque eu te amo Jesus / Jesus é amor, eu sei / E se vocês quiserem, provarei / Amor é a palavra, para sempre / Quem pode lhes trazer amor? / Quem pode lhes trazer alegria ? /
Quem pode mudar suas vidas? / Quem os levantará? / Quem ? Quem, quando vocês caírem? /
Quem ficará ao lado de vocês ?Quem nos amará a todos?
Jesus ! Jesus ! / Quem pode curar seu corpo ? / Quem pode fazê-los fortes? / Quem pode ajudá-los a oferecer / Um pouco mais aos outros ?
Jesus os ama! / Jesus os quer! / Mostre um problema e ele o ajudará / Abrace-o pela manhã / Abrace-o à tarde / A qualquer hora da noite!

quinta-feira, 9 de julho de 2009

DEUS É GLORIFICADO NA DESPEDIDA DE MICHAEL JACKSON

video

Depois de uma cerimônia marcada por canções, como "Jesus is love", lágrimas, discursos exaltando a figura genial do artista Michael Jackson - quando o falecido foi enobrecido pela singela declaração de Paris, sua pequena filha de 11 anos, dizendo que não poderia haver um pai melhor que Michael, o pastor evangélico Lucius Smith tributou a Deus toda a glória e honra, dizendo, em sua oração, que agora o "rei do pop" estava com o "Rei dos reis". A vida de Michael, desde pequeno, foi marcada por uma genialidade precoce, muito trabalho e criatividade polivalente. Dentro das contradições e limitações humanas parece que aquele homem nunca quis deixar de ser menino pois a infancia lhe foi, de alguma forma, tirada - não apenas pelo seu talento que atraia milhões de fãs, mas especialmente pela ambição de muitos em faturar muito alto com sua fama. Em determinado momento de sua carreira o artista parece ter perdido o caminho que tão belamente trilhara no conjunto, com seus irmãos, o "Jackson Five" e mesmo em sua carreira individual. Musicas como I'll Be There, por exemplo, comoveram jovens em todo mundo: "Você e eu devemos fazer um pacto/Devemos trazer devolta a salvação/Onde existir amor /Eu estarei lá / Eu esticarei minha mão pra você/Eu terei fé em tudo que você fizer/Apenas chame meu nome/E eu estarei lá/E oh, estarei lá pra teconfortar/Construir meu mundo de sonhos em sua volta/Estou tão feliz por ter te encontrado/Estarei lá com um amor que éforte/Serei sua força, continuarei firme/ Deixe-me encher seu coração com alegria e risos/União é tudo que estou buscando/Apenas chame meu nomeEu eu estarei lá/ Eu estarei lá pra protegê-lo/ Com um amor verdadeiro eu irei respeitá-lo/ Apenas chame meu nome/ E eu estarei lá/ Eu estarei lá pra te confortar/ Construir meu mundo de sonhos em sua volta/ Estou tão feliz de ter te encontrado/ Estarei lá com um amor tão forte/ Serei sua força, você continuará firme/ Se algum dia você encontrar um novo alguém/ Sei que ela será boa pravocê/ Porque se ela não for/ Então eu estarei lá Eu estarei lá/ Eu estarei lá/ Apenas chame meu nome/ E eu estarei lá/ Eu estarei lá/ Eu estarei lá/ Apenas chame meu nome/ E eu estarei lá/ Apenas olhe pra trás/ Apenas chame meu nome/ E eu estarei lá".

Michael cedeu, não sabemos o motivo - talvez por falta de um bom conselheiro espiritual junto de si - enveredando em canções e encenações "dark". Vendeu milhões com essas criações, porém, quão pesada deve ter sido para a sua alma esse fardo. Talvez, mesmo assim, no mais íntimo de si mesmo nunca perdeu a inocência. O menino, então, voltou prá casa daquele Pai que nos ama incondicionalmente. Que o Senhor abençõe seus irmãos, amigos e fãs, que o Senhor os ilumine e guie no único Caminho que leva à vida abundante: Jesus, que disse: "Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua própria vida por amor de seus amigos"!